Livro sobre metal feito em Pernambuco tem nova edição

Cena do filme PEsado - que som é esse que vem de Pernambuco, com a banda Cangaço


Por Carolina Botelho
carolina.botelho@cepe.com.br

Pesado - Origem e consolidação do metal em Pernambuco, do jornalista Wilfred Gadêlha, terá segunda edição revisada, ampliada e publicada pela Cepe Editora. O lançamento ocorre durante a abertura da programação do Abril Pro Rock, na Mostra Pôster Arte Design,   dia 25 de abril, às 19h, no Centro Cultural Correios

Depois do sucesso estrondoso da primeira edição do livro Pesado - Origem e consolidação do metal em Pernambuco, do jornalista Wilfred Gadêlha, deu para sentir, literalmente, o peso do público interessado na trajetória desse movimento musical no Estado. Os mil exemplares publicados em 2013 se esgotaram em três meses!

Quatro anos e muitos mosh pits depois, uma segunda edição se fez imprescindível. Revisada e ampliada, a publicação será lançada pela Cepe Editora, durante a abertura da programação do Abril Pro Rock, na Mostra Pôster Arte Design, dia 25 de abril, às 19h, no Centro Cultural Correios. Com 336 páginas, o livro ainda dá direito a QR Code, como uma autêntica trilha sonora de 15 músicas - uma para cada capítulo - escolhidas a dedo pelo autor para acompanhar a leitura. 


Após escrever a primeira versão do livro, surgiu o documentário Pesado - que som é esse que vem de Pernambuco, do qual Wilfred foi idealizador. O material audiovisual foi outro sucesso tão de peso que incentivou novas bandas de metal a se formarem e fez outras tantas que estavam paradas ressurgirem. “Bandas acabaram, outras ganharam novo status, gente importante nos deixou, apareceram novos produtores de shows, novas casas, até um novo festival surgiu: o Hellcifest. Percebi que o modo de ouvir música havia mudado e senti necessidade de ‘dar um tapa’ naquilo que havia escrito”, conta Wilfred no prefácio. 

Amparado por pesquisas sociológicas, o livro não se prende a cronologia - vai e volta no tempo diversas vezes sem se perder. “Quem curtia heavy metal nos anos 1970 curte até hoje”, justifica o autor, que tem uma banda de heavy metal, a Will2Kill, já cobriu muitos shows como jornalista e acompanha a cena local desde a adolescência.



Dividida em três partes - O espaço, O som, A imagem -, a obra dá voz gutural a protagonistas como a primeira banda de heavy metal pernambucana, a Herdeiros de Lúcifer, que fez o primeiro show em 1983. Os poucos headbangers locais que existiam lá pelos anos 1970 foram muito bem acolhidos na loja de discos de som pesado e residência do lendário, esquisitão e gente fina Humberto Luiz de Brito, no nº 97 da Rua Matriz, na Boa Vista. Nesta nova edição foram incluídos ainda depoimentos dados no filme, deixando a obra ainda mais completa. Ao final, a obra conta com valiosas imagens - apesar de caseira e toscas em sua maioria. Mas quem queria saber dos ‘camisas pretas’ nordestinos a não ser o underground? 


Ainda mais pernambucanos, que não cantavam em inglês como manda a regra do metal, e cujas letras urradas não versavam apenas sobre o diabo e outras criaturas macabras e sobrenaturais, mas eram denúncias sociais e políticas, tal qual o punk. “Vai ver por isso só tivemos a primeira gravação de um CD de heavy metal em 1995”, conta Wilfred. A banda? A veterana Cruor, na qual já foi vocalista. O resto é história. Muita história. 

Durante os dois dias do Abril Pro Rock (27 e 28 de abril), a Cepe Editora e Wilfred marcarão presença. 

Wilfred Gadêlha em ação com a Will2Kill


SERVIÇO

Lançamento do livro Pesado - Origem e consolidação do metal em Pernambuco, de Wilfred Gadêlha (Cepe Editora) - 2ª edição revisada e ampliada, e abertura da programação do Abril Pro Rock, com a Mostra Pôster Arte Design

Quando: 25 de abril às 19h
Onde: Centro Cultural Correios
Preço: R$ 30 E-book: R$ 12

Comentários