Coronavírus e Whatsapp: cuidado com as fake news

Imagem de Tumisu por Pixabay

Por Gustavo Mini

A pandemia de coronavírus é uma boa oportunidade para estimular um consumo mais saudável de informação na internet. Algumas sugestões.

1. Como regra, desconfie especialmente de textos e áudios repassados por WhatsApp. É muito difícil atestar a veracidade das informações e da autoria.

2. Para verificar informações, saia do WhatsApp ou das redes sociais e vá até os sites de órgãos públicos (como Ministério da Saúde ou Secretarias da Saúde). Ou então busque portais de notícias conhecidos ou dirigidos por jornalistas com experiência. Desconfie de sites com nomes parecidos com o dos grande portais ou que dizem deter informações que "a grande imprensa" não sabe. Todos os principais sites de notícias sérios tem áreas de checagem de fake news.

3. Da mesma forma, cuidado com dicas de influenciadores. Muitos são bem intencionados e seu grande alcance pode ajudar a disseminar informações corretas, mas sempre verifique quais são as fontes dos influenciadores.

4. Não passe adiante áudios, textos, links e vídeos não verificados mesmo que venham de alguém que você confia. A pessoa pode ter repassado na pressa e sem verificar.

5. Se você faz parte de grupos de WhatsApp da escola de seus filhos, tenha cuidado redobrado. Busque comunicação direta com quem faz a gestão da escolae evite criar ações paralelas que possam atrapalhar os planos de comunicação e gestão da crise pela escola em um momento tão delicado.

6. Na dúvida, peça ajuda para algum conhecido da área da comunicação.


Comentários