Há 59 anos, Yuri Gagarin se tornava o primeiro homem a ir ao espaço

Yuri Gagarin, o primeiro homem no espaço. Foto: Ria-Photo

No dia 12 de abril de 1961, Yuri Gagarin se tornava o primeiro homem a ir ao espaço. A conquista foi bastante festejada na União das Repúblicas Socialistas Soviéticas, transformando o cosmonauta num heroi nacional.

As homenagens internacionais renderam até o frevo "A Lua disse", de Gildo Branco, que teve grande repercussão às vésperas do Carnaval do Recife de 1962. 

Ouça


O site Russia Beyong listou nove curiosidades envolvendo a ida de Gagarin ao espaço.
1. Algumas semanas antes do lendário voo de Iúri Gagárin, em 12 de abril de 1961, foram enviados ao espaço um manequim chamado "Ivan Ivánovitch" com o cão Zviôzdotchka. Junto com eles na nave, havia um gravador de áudio transmitindo para a Terra anotações de receitas culinárias e músicas de coral. Isso foi feito especificamente para confundir os americanos que monitoravam o voo e que tentavam há muito decifrar essas informações "codificadas".

2. A inscrição "URSS" foi colocada no capacete de Gagárin literalmente 20 minutos antes do voo. No último segundo, eles perceberam que, ao voltar à Terra, o astronauta poderia ser confundido com um espião estrangeiro. Apenas um ano antes, um avião de reconhecimento do norte-americano Francis Gary Powers, que usava capacete semelhante, tinha sido abatido sobre o território da URSS.

3. No lançamento da nave, Iúri Gagárin era obrigado a dizer a frase "Tripulação, decolar!" Mas o cosmonauta, quebrando o protocolo, disse a mundialmente conhecida "Fomos!" Seu instrutor Mark Gallay disse que não entendia, sinceramente, por que ele tinha que se referir à tripulação se ela consistia de apenas uma pessoa.

4. A nave de Gagárin, a "Vostok-1", tinha regime automático de direção, já que ninguém podia prever como uma pessoa se comportaria sob condições tão extremas. Mas Gagárin recebeu um envelope com um código para ativar o controle manual em caso de emergência. Ele podia obter o código resolvendo um simples problema aritmético - algo que seria difícil para uma pessoa em pânico.

5. Antes de sua partida, Iúri Gagárin escreveu uma carta de despedida para a mulher, Valentina, que deveria ser entregue caso ele morresse. Valentina recebeu a carta sete anos depois, quando Gagárin morreu, em um acidente de avião, em 27 de março de 1968.

6. Naquela época, não se tinha uma ideia clara de como a nave espacial se comportaria durante a descida pelas densas camadas da atmosfera. Ao avistar chamas pela janela da nace, Gagárin achou que o pior tinha acontecido e transmitiu à Terra: "Estamos pegando fogo. Adeus, camaradas!" Por razões óbvias, suas palavras foram relegadas ao esquecimento.

7. Iúri Gagárin voou para o espaço como tenente-sênior e aterrissou como major. Reza a lenda que Khruschov foi pessoalmente até o ministro da Defesa, Rodiôn Malinóvski, com uma ordem de subir a patente do cosmonauta.

8. Durante o voo da “Vostok-1”, surgiram, pela primeira vez na história, armas no espaço. Iúri Gagárin recebeu uma pistola Makárov. Imaginava-se que o astronauta pudesse aterrissar em alguma área remota, onde teria que afastar os animais selvagens. E foi exatamente isso o que aconteceu com a equipe da “Voskhod-2”, que em 1965 teve que afastar a tiros os lobos e ursos da taiga, no meio da neve dos Urais do Sul.

9. O pouso do astronauta na Terra na cápsula era tecnicamente impossível, por isso Gagárin ejetou e desceu de paraquedas. Em escafandro, a válvula de suprimento de ar não funcionou imediatamente, por isso ele ficou sem ar por algum tempo. Primeiro homem a ir ao espaço, Gagárin tinha conseguido fazer todo o trajeto com sucesso, mas quase morreu no final da jornada.


Comentários