Rod Krieger, ex-Cachoro Grande, lança nova música


Rod Krieger por Marina Abadjieff

Por Thais Pimenta

Morando em Portugal desde o início do ano, o multi instrumentista Rodolfo Krieger, lança o seu primeiro single depois de ter sido baixista por 15 anos da banda gaúcha, Cachorro Grande. Todos Gostamos de Você é uma mistura de referências da música indiana com a raíz mod do artista e estará no álbum A Elasticidade do Tempo, que será lançado em Março. 

Tocando guitarra, posto que ocupava na banda Os Efervescentes, no começo dos anos 00, ele montou a banda The Telepathic Owls para acompanhá-lo nos shows do disco e promove ensaio aberto na Fábrica Braço de Prata, em Lisboa, dias 20 e 27 de novembro. Todos Gostamos de Você foi uma das primeiras composições com referências da música indiana que Rod fez para o álbum e levou um longo tempo até ser finalizada. “Essa canção não foi daquelas que saíram na hora, teve um processo um pouco mais demorado, fui lapidando durante quase um ano até chegar na versão oficial”, comenta. 

Durante este período, Rod se mudou de São Paulo, onde viveu por 12 anos, para o Guarujá. “Eu estava vivendo um período de transição não só mental como físico. Era o final da minha residência em São Paulo, em um período pré litoral. Nesse momento eu estava estudando sitar e posso afirmar que essa foi uma das primeiras músicas que escrevi para o álbum com influência indiana”. 

Gravada e mixada no estúdio Canto da Coruja (Piracaia/SP) por Ricardo Prado, que assina a co-produção do álbum ao lado de Rod, a canção fala sobre meditação, “que eu estava fazendo frequentemente na época em que escrevi”, lembra. “Ela é uma espécie de mensagem do nosso interior para o corpo que habitamos, um incentivo para aguentarmos as pressões do mundo real”, resume o compositor. 


Ensaio aberto 

Rod Krieger montou a banda The Telepathic Owls, que vai acompanhá-lo nos concertos de sua nova fase. E, pra já dar um gostinho do que vem por aí, ele fará uma espécie de ensaio aberto na Fábrica Braço de Prata, em Lisboa, dias 20 e 27 de novembro. As apresentações serão um laboratório para o que virá a ser o show oficial do disco que Rod irá lançar ano que vem - no palco, o artista vai experimentar diferentes versões das músicas, aprimorar arranjos, inventar novas possibilidades e contar um pouco como foi o processo de criação das canções.

Capa 

A capa do single é da fotógrafa e artista visual brasileira Marina Abadjieff, que também está morando na capital portuguesa. A estética de colagem de fotos produzidas por Marina segue a do primeiro single solo que Rod lançou, em Abril do ano passado, Louvado Seja Deus, que conta com a participação do grande mestre da psicodelia brasileira, o ex-Mutante, Arnaldo Baptista. “Vamos trabalhar com essa estética de colagem para as capas dos singles e do álbum. Quis trazer uma dimensão de libertação, mas também de julgamento, dois sentimentos que ele me revelou ter sentido na época da composição da música”, resume Marina. 




Comentários