Parceria entre Sargaço Nigthclub e Voltimetro Bass gera EP

DJ Voltimetro Bass e o duo Sargaço Nightclub lançam EP. Foto: Alex Santana

Por Mariana Layme

As faixas surgiram do desafio entre os artistas de compor juntos e de criar novas versões das músicas um do outro

Da parceria entre o duo Sargaço Nightclub e o DJ Voltimetro Bass surge o EP “Voltimetro Bass & Sargaço Nightclub". O trabalho foi lançado nesta quarta-feira (23) em todas as plataformas digitais e traz três faixas: A inédita Wilson, a versão remix da música Antúrio Branco e a versão guitarband da canção Escolhas. As faixas surgiram do desafio entre os artistas de compor juntos e de criar novas versões das músicas um do outro.

O DJ Voltimetro Bass optou por fazer um remix para as pistas de dança do indie rock Antúrio Branco, dentro de uma vertente eletrônica um pouco diferente dos tons "retrôs" oitentistas usados em Wilson. “Para isso, utilizei referências mais atuais, com inspiração na música eletrônica de artistas como Avicci, Alan Walker e Marshmello” explica o DJ.

O Sargaço Nightclub, inspirando-se na letra de Escolhas, traduziram para a música as reflexões sobre as caminhadas na estrada da vida. “Utilizamos elementos percussivos e contamos com a participação especial de Laura Sivini (Damas de Lá), tocando castanholas. Acrescentamos também violões de 12 cordas e a guitarra modulada, chegando assim na ambiência que desejávamos” explica o guitarrista Marcelo Rêgo.


A faixa Wilson, single lançado em setembro como première deste EP, é uma homenagem ao cantor Wilson Simonal e conta com arranjo de base eletrônica com beats e sintetizadores baseados na "House Music" e "Hi NRG" dos anos 80. Os arranjos compostos por Marcelo para violão, guitarras e principalmente o baixo melódico à la Peter Hook do New Order arremataram o trabalho. “Na letra buscamos abordar questões de ódio e preconceito que rivalizam com a alegria e o poder que Simonal deixou como legado” diz a vocalista do Sargaço Nigthclub, Sofia França.


O Sargaço Nigthclub é um duo autoral recifense formado em 2016 por Marcelo Rêgo e Sofia França. Suas principais referências são o dreampop, post-punk revival e folk, além do Rock Brasil e da MPB, em especial os movimentos musicais “O Pessoal do Ceará” e a “Psicodelia Pernambucana”. A cidade do Recife serve de pano de fundo para as canções da banda, que tratam desde o amor até a crítica social e política.



Comentários