Djonga e Maneva tocam em festival no Recife


O rapper Djonga é um dos destaques da nova geração. Foto: Divulgação

Rimas, beats, grooves e muita energia positiva. É com essa fórmula que vai nascer a primeira edição do Groovin Festival, que vai reunir grandes nomes da cena independente atual como Djonga e Maneva. O evento vai acontecer no dia 24 de agosto (sábado), no clube Português do Recife. 

Djonga é um rapper, escritor e compositor brasileiro considerado um dos nomes mais influentes do trap/rap atual. O artista chama a atenção por sua lírica afiada e agressiva e por suas fortes críticas sociais nas letras. A ideia do rapper é mostrar que o hip hop não é uma "música marginalizada", como um dia foi considerado o samba. 

O artista chega ao Recife para apresentar o lançamento do seu mais novo trabalho, o disco “LADRÃO“ , que está sendo imensamente elogiado por crítica e público e trazem mensagens mais que necessárias no cenário atual, falando de racismo, religião e mais. 


Hoje, Djonga conta com mais de 800 mil inscritos no canal do Youtube, faixas com mais de 11 milhões de views na plataforma, além de quase 1,5 milhões de ouvintes mensais no Spotify, sendo considerado um dos fenômenos da música brasileira. 

O Maneva, banda nativa da capital paulista, e que tem como objetivo denunciar as desigualdades sociais e também mostrar o prazer de viver a vida, apresenta a proposta de um reggae de energia com influências de MPB, Rock, Rap, Jazz, Dub e Soul. O grupo chega ao Recife para somar em uma noite de união de gêneros como o Raggae e o Rap, fórmula que vem se fortalecendo na capital pernambucana. 


O festival é assinado pela Groovin Produções. Os ingressos já estão à venda e variam de R$45 a R$150. O evento conta com sistema de pista, frontstage, camarote e camarote open bar. 

Comentários