Mombojó lança nova música e clipe

Mombojó lança sétimo single. Foto: Luan Cardoso

Por Rebeca Gouveia

Com uma ideia super ousada de lançar um single por mês para o projeto MMBJ12, os músicos do Mombojó vem surpreendendo o mercado fonográfico. Cada faixa sempre vem acompanhada por um clipe, que costura uma história em cada música. Desta vez, o grupo lançou a sétima faixa inédita 'Anjo que nasce Homem', nesta sexta-feira, 26 de abril, em todas as plataformas digitais. 

'Anjo que nasce Homem' é uma das músicas que mais traz traços de melancolia ao futuro disco. A métrica vem forte, embalada em uma voz doce, embora acompanhada de palavras ácidas, como o Mombojó costuma ser. A faixa revela um pouco do homem pós-moderno, soando como um momento de reflexão existencial sobre as relações humanas, a falta de empatia e consequentemente, a busca de uma elevação espiritual para lidar com esses problemas cotidianos impregnados. 

“Anjo que nasce homem intolerante e odioso
Se priva dos abruptos sentimentos abundantes
Escondem suas feridas Seus caminhos tortuosos
Morrem de medo da liberdade E do instinto de amar

Não desejamos ser igual a você
Com tantos males pelo ar
E transformando todo esse tormento
Quero exorcizar
Vida é tão finita São tantas cores e oceanos
Tantos amores mútuos, quantos desejos, quantos enganos

Concecta com outros planos Vendo uma imagem dentro do sonho
Os pés flutuam, Já não mais correm
Vejo a lua me iluminar
Deixar o corpo todo solver Com melodias pelo ar
E tudo ecoa neste exato momento
Quero energizar”

Para dar movimento e sutileza ao tema, a banda chega junto com uma harmonia melancólica, mas com fortes pegadas de sintetizadores e guitarras ardidas, criando um clima de atenção. Mas, somada à doce voz de Felipe S. a banda garante que a mensagem chega completa ao público. 

Essa canção é a sétima do disco, que está sendo criado faixa a faixa, momento a momento, absorvendo toda sinergia, turbulência e momento histórico. O MMBJ12 conta com algumas participações especiais e, nesta faixa, o músico pernambucano Rogério Samico, da banda Marsa, soma com a sua destacada guitarra. Missionário José, baixista do grupo, também colabora ao piano preparado, adaptando a técnica criada pelo compositor estadunidense John Cage em 1938 para adicionar dissonâncias ao arranjo. A produção da faixa é assinada por toda a banda.

Para esse trabalho, todos os singles vem acompanhado de um clipe, dirigidos pelo cineasta Luan Cardoso. A ideia de direção dos clipes é criar várias histórias que fujam do roteiro convencional de clipe e que se completem ao final de todos os lançamentos, configurando assim, um filme de média metragem.

Lançadas MMBJ12
Ontem Quis - Agosto/2018
Nunca Vai Embora - Novembro/2018
Me AJuda - Dezembro/2018
Plano B - Janeiro/2019
Cometa Mambembe - Fevereiro/2019
Tudo de Ruim no Bolso - Março/2019


Mombojós

Formada no começo dos anos 2000 em Recife, a banda Mombojó teve a oportunidade de conhecer diversos lados do mercado da música ao longo de seus 17 anos de carreira. O grupo conta com 05 álbuns. 

Envolvidos atualmente com a vontade e a necessidade de fazer um novo trabalho, o Mombojó se descobre em uma situação bem diferente da que gestou seus trabalhos anteriores. Atualmente espalhada por três estados, Pernambuco, São Paulo e Bahia, a família Mombojó também não para de crescer, com uma prole à beira de ultrapassar o número de discos e integrantes da banda.

A formação da banda: Felipe S - guitarra e voz; Chiquinho Moreira - teclado e vocoder; Marcelo Machado - guitarra e voz; Vicente Machado - bateria e voz; Missionário José - baixo e voz.

Mombojó leva o projeto MMBJ12 para os palcos

Com 17 anos de estrada e cinco discos na bagagem, os pernambucanos da Mombojó se reinventam e apresentam uma nova fase de trabalho, O MMBJ12: um projeto diferentão e ousado, que lança mensalmente um single inédito. As faixas estão saindo desde agosto nas plataformas digitais, rádios e web e, desde então, esse trabalho vem sendo apresentado nos palcos.

O MMBJ12 vai virar disco com a compilação de todos os singles, que serão nove, mais três faixas inéditas, fechando um disco completo em vinil e digital, no segundo semestre de 2019. Mas, é de experiência viva que estamos falando. E, enquanto o grupo cria e produz seu novo trabalho nos estúdios, aproveitam para voltar aos palcos, explorar novos lugares e retornar aos espaços que já acolheram a banda ao longo de sua carreira. E, durante esse trajeto, também redescobrir a banda, o público e seus caminhos pelo Brasil, através da interação ao vivo e também pelas redes sociais. 

Atualmente espalhada por três estado: Pernambuco, São Paulo e Bahia. Agora, a família Mombojó se junta e leva na bagagem um repertório inédito com esse novo trabalho, que vem se moldando a cada single lançado, além de seus maiores sucessos ao longo dos 17 anos. Resultado: show imperdível! 

Comentários