Festival une reggae e rap no Recife

Ponto de Equilíbrio é uma das atrações. Foto: João Paulo Racy

Reunir o público do reggae e do rap em uma noite histórica no Recife. Foi com essa proposta que o Festival União Reggae + Rap nasceu. Assinado pela Groovin Produções, o evento já está na agenda festivais consolidados da cidade e, dessa vez,  com a 6ª edição, contando com um line up com grandes nomes da cena reggae, como Ponto de Equilíbrio (RJ), Manga Rosa (PE) e do Rap com Filipe Ret (RJ), lançando disco novo, a musa do flow Flora Matos (BSB), Oeste 7 (PE), DEOX + Bruninho da ZN (PE) e Famigang (PE). A festa acontecerá no próximo dia 13 de abril, no Clube Português do Recife.

Os cariocas da Ponto de Equilíbrio, vem trazer como novidade novos lançamentos carreira, mas sem deixar de lado, claro, os clássicos dos seus 20 anos de carreira, que o público canta em coro. o grupo já lançou 4 discos e um DVD ao vivo : “Reggae a vida com amor” (2004), “Abre a janela” (2007), “Dia após dia lutando” (2010) e “Juntos somos fortes” (2013). “Essa é a nossa música” é o quarto álbum de estúdio da banda, e teve seu lançamento em 2016 . Ponto de Equilíbrio começa 2019 com o pé direito e, lançou nas plataformas digitais o single ‘SOY LATINO’. A música traz como tema a união e foi composta em parceria com a banda argentina Nonpalidece.

Já os pernambucanos da Manga Rosa, encabeça por Dirceu Melo, se propõe a fazer um repertório bem diverso dentro do gênero do reggae. Dessa vez, o show será um tributo ao rei do reggae, Edson Gomes. A última releitura do grupo foi um tributo a dezarie, na voz da cantora Érica Natuza.

Um dos principais nomes do rap carioca e um dos fenômenos da cena nacional, Filipe Ret prepara o passo mais ousado de sua carreira com o lançamento de “Audaz”, seu terceiro álbum solo e primeira vez que ele assume a produção musical do disco. Após muita expectativa e mistério, Filipe Ret completou uma trilogia. Após os álbuns “Vivaz” (2012) e “Revel” (2015), o rapper carioca apresenta “Audaz”, que traz 13 faixas. Sem perder sua identidade, Ret se inspira em grandes nomes do hip-hop internacional e traz ainda referências do samba e do funk em seu novo trabalho.

Representando as mulheres na cena: Flora Matos, Conhecida pelo hit "Pretin", a rapper brasiliense interpreta músicas do seu primeiro disco, "Eletrocardiograma", lançado em 2017, seu disco de estreia, considerado uns dos melhores do gênero e vencedor do prêmio Women's Music Event Awards de Melhor Disco do Ano. É uma das artistas mais interessantes que apareceram no país nos tempos recentes para muito além de nichos de estilos. E está entre os melhores MCs daqui – independente de gênero, deixando na poeira esse papinho de “universo dominado por homens”, já que ela canta e rima tão bem. 

A noite ainda vai contar com participação das bandas locais OESTE 7, DEOX + Bruninho da ZN e Famigang em uma noite imperdível. O Clube Português vai receber o festival e vai contar com sistema de camarote, open bar, front stage e pista.

Serviço: 
UNIÃO REGGAE + RAP
13/04 - Clube Português do Recife, a partir das 22h
Informações: 32315400 / 81 999609980(Vivo) / Wasap 87730646

Comentários