Mombojó critica governo Bolsonaro em novo clipe

Mombojó lança música com críticas ao governo federal. Foto: Luan Cardoso

Em uma composição coletiva com todos os integrantes da banda, os Mombojós colocam no ar na nesta, 29 de março, o single ‘Tudo de Ruim no Bolso’, que traz uma reflexão sobre o momento do país com críticas ao novo governo federal. A faixa é o sexto trabalho do grupo pernambucano, que vem lançando uma música por mês para compor o MMBJ12, desde agosto de 2018. Neste sábado, 30, a banda vai se apresentar no Centro Cultural de São Paulo.

Nesta faixa, os Mombojós trazem uma pegada flash dance, anos 80, com forte presença de synths. Trazem uma roupagem dançante, progressiva, embora abordem o desastre na letra. ‘Tudo de ruim no bolso’ remete ao caos tropical. Um bom momento para apontar as mazelas do país, um governo sem propostas e planos, claro que com uma belíssima trilha sonora, para fincar bem a ideia.

Uns homens com tudo de ruim no bolso. 
Cheios de munição e vontade de atirar. 
Cortina de fumaça antes do precipício. 

Num tiroteio ninguém vai se acalmar. 
Apavorados sem saber que estar desabando sem acolhimento e somente voltar ao que restou mais uma vez. 
tem que ter cuidado.
Buscar consciência no mundo é um movimento profundo. 
Fugir do noticiário e ainda se manter intacto.
Manter o que foi bom, se orgulhar, forte e verdadeiro.

Com essa música, o Mombojó chega ao sexto lançamento do projeto MMBJ12, que tem a proposta de vir em formato de nove singles avulsos para compilar em um vinil com mais três músicas inéditas. Os planos é que esse projeto completo saia no segundo semestre. 

Para esse trabalho, todos os singles vem acompanhado de um clipe, dirigidos pelo cineasta Luan Cardoso. A ideia de direção dos clipes é criar várias histórias que fujam do roteiro convencional de clipe e que se completem ao final de todos os lançamentos, configurando assim, um filme de média metragem.


Mombojós

Formada no começo dos anos 2000 em Recife, a banda Mombojó teve a oportunidade de conhecer diversos lados do mercado da música ao longo de seus 17 anos de carreira. O grupo conta com 05 álbuns. 

Envolvidos atualmente com a vontade e a necessidade de fazer um novo trabalho, o Mombojó se descobre em uma situação bem diferente da que gestou seus trabalhos anteriores. Atualmente espalhada por três estados, Pernambuco, São Paulo e Bahia, a família Mombojó também não para de crescer, com uma prole à beira de ultrapassar o número de discos e integrantes da banda.

A formação da banda: Felipe S - guitarra e voz; Chiquinho Moreira - teclado e vocoder; Marcelo Machado - guitarra e voz; Vicente Machado - bateria e voz; Missionário José - baixo e voz.

Mombojó leva o projeto MMBJ12 para os palcos

Com 17 anos de estrada e cinco discos na bagagem, os pernambucanos da Mombojó se reinventam e apresentam uma nova fase de trabalho, O MMBJ12: um projeto diferentão e ousado, que lança mensalmente um single inédito. As faixas estão saindo desde agosto nas plataformas digitais, rádios e web e, desde então, esse trabalho vem sendo apresentado nos palcos.

O MMBJ12 vai virar disco com a compilação de todos os singles, que serão nove, mais três faixas inéditas, fechando um disco completo em vinil e digital, no segundo semestre de 2019. Mas, é de experiência viva que estamos falando. E, enquanto o grupo cria e produz seu novo trabalho nos estúdios, aproveitam para voltar aos palcos, explorar novos lugares e retornar aos espaços que já acolheram a banda ao longo de sua carreira. E, durante esse trajeto, também redescobrir a banda, o público e seus caminhos pelo Brasil, através da interação ao vivo e também pelas redes sociais. 

Atualmente espalhada por três estado: Pernambuco, São Paulo e Bahia. Agora, a família Mombojó se junta e leva na bagagem um repertório inédito com esse novo trabalho, que vem se moldando a cada single lançado, além de seus maiores sucessos ao longo dos 17 anos. Resultado: show imperdível! 

Comentários

  1. Engraçado, não vi em momento algum nos anos anteriores enquanto o pais afundava este pessoal criticar ou mesmo fazer musiquinha para quem assaltava o pais.. Engraçado mesmo isso..
    Aguardando uma critica para o presidiário que já foi investigado, preso, julgado e hoje cumpre pena.. Aguardando...

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Olá! Comentários com xingamentos não serão aceitos.