Duda Beat divide palco com Maestro Spok no Olinda Tropicana

A pernambucana mora atualmente no Rio de Janeiro. Foto: Divulgação

Por Priscilla Dantas

Pernambucana radicada no Rio de Janeiro, a cantora é uma das atrações do terceiro domingo da prévia Olinda Tropicana

O próximo domingo (17) será marcado por encontros de gerações no Olinda Tropicana. Maestro Spok, anfitrião das prévias que acontecem ao longo do mês de fevereiro no Casarão Estação da Luz, casa de Alceu Valença localizada no Sítio Histórico, recebe Duda Beat, Gerlane Lops, Ylana Queiroga, Silvério Pessoa e Patusco neste terceiro domingo de festa.

Nome em ascensão no cenário contemporâneo nacional, a pernambucana Duda Beat traz sua mistura de pop, brega e reggae à Cidade Alta e divide, pela primeira vez, o palco com Spok. Vencedora na categoria Revelação da Música Popular da Associação Paulista de Críticos de Artes (APCA) em 2018, a cantora e compositora planeja mesclar canções de seu disco de estreia Sinto Muito e clássicos carnavalescos em sua apresentação, como Madeira que Cupim Não Rói ou ainda o Hino do Elefante de Olinda.

“Spok é um dos maestros de frevo mais renomados e admirados do mundo, então eu tenho a maior alegria e honra de dividir o palco com ele e com sua orquestra”, ressalta Duda. Sobre sua relação com o Carnaval pernambucano, ela é enfática: DNA. “Eu nasci aí, cresci aí, ia para todos os carnavais. Sou apaixonada! Não consigo nem curtir muito o Carnaval no Rio porque o ritmo é diferente do pernambucano.”

Além de Duda Beat, que estreia com muito ânimo no palco da folia pernambucana, os outros artistas que sobem ao palco do Olinda Tropicana personificam a diversidade do Carnaval local. A sambista Gerlane Lops é, inclusive, homenageada do Carnaval do Recife deste ano. A casa abre a partir das 14h e conta com o DJ 440 até o início das apresentações às 16h.


SOBRE O PROJETO - Criada pelo trio de produtoras Yanê Valença (MV Produções Artísticas), Natalia Reis (Acontecer Projetos Culturais) e Carla Bensoussan (Lead!), a Olinda Tropicana proporciona uma experiência única aos visitantes: sentir e curtir a energia contagiante do carnaval olindense por meio de ações interativas, exposições de fotos, da discografia e de figurinos de Alceu, além claro, de muito frevo, batucadas e percussão.

“Como diria, Alceu, entre maracatus, batuques e ladeiras, queremos provocar nas pessoas os 7 desejos para que a Estação da Luz se torne, de janeiro a janeiro, um local de contato direto com o acervo biográfico do artista. Nossa intenção é manter o Olinda Tropicana um projeto perene, oferecendo ao turismo e à população um formato de lazer culturalmente diferenciado”, explica Yanê, usando nome de letras de músicas para expressar a alma da ideia.

ESTRUTURA - Além de desbravar a carreira do cantor, as pessoas contarão com estrutura de bar, áreas de convivência e relaxamento e lojinha com produtos de artesãos pernambucanos e adereços de carnaval.  “Nosso objetivo é oferecer um formato diferenciado de entretenimento em todo o mês pré-carnaval, além de proporcionar um ponto de apoio para os dias de folia. Conforto, privacidade, segurança e, principalmente, um banho de cultura local, fazem parte da nossa proposta que tem nos turistas um grande público-alvo potencial, além dos foliões pernambucanos”, acrescenta Carla Bensoussan.

SERVIÇO
Olinda Tropicana - Prévia Carnaval 2019
Domingo, 17.02, das 14h às 22h, Rua Prudente de Moraes, 313, Olinda
Com DJ 440, Spok, Duda Beat, Silvério Pessoa, Gerlane Lops, Ylana Queiroga e Patusco

Comentários