Coronavírus: o mundo e as pessoas vão mudar?

Imagem de Frauke Riether por Pixabay

Por AD Luna

Com o fenômeno da expansão do novo coronavírus, muito se tem perguntado: o mundo e as pessoas vão mudar?

As pessoas mudam sim. A todo momento. Inclusive para PIOR. Mas, em geral, não se muda radicalmente em pouco tempo.

Há hábitos que nos são impostos há DÉCADAS! O consumismo é um deles. Essa sim é a verdadeira "doutrinação", que nos acompanha desde a infância ("Compre Baton, compre Baton!").

São programações mentais como aquelas que induzem muita gente a acreditar que quem anda de bicicleta é um loser, um estúpido.

Ao contrário do que "venceu na vida" - a pessoa que tem um, dois carros. (Observe aquele filme "O virgem de 40 anos". O virjão bobão é o protagonista, que vai ao trabalho pedalando. Só pra ficar num exemplo).

Isso gera impulsos na gente que muitas vezes nem percebemos.

É meio ilusório achar que em poucos meses certos impulsos (como o do consumismo) vão ser domados.

VEJA TAMBÉM




SUGESTÃO DE LEITURA 

Ciência no cotidiano: Viva a razão. Abaixo a ignorância!
De Carlos Orsi e Natalia Pasternak (clique na imagem para comprar)



O simples fato de vivermos no século XXI já nos faz beneficiários da ciência e dos seus frutos, mesmo que a gente não se dê conta dessa verdade. Os objetos que nos dão conforto, que nos dão prazer, que nos transportam, que nos emocionam, que nos informam (até este livro) só existem da forma como existem por conta dos conhecimentos científicos. O cidadão que ignora fatos científicos básicos pode se tornar presa fácil de curandeiros e charlatões, gente que mente para os outros e, não raro, para si mesma.

Comentários