Câmara aprova auxílio emergencial para setor cultural. Partido Novo orientou contra

Imagem de Evgen Rom por Pixabay

A Câmara dos Deputados acaba de aprovar, em votação simbólica, o projeto que cria um auxílio emergencial de R$ 600 para artistas e produtores em meio à pandemia da covid-19. A proposta segue para o Senado.

Somente o partido Novo orientou voto “não” à proposta.

A Lei de Emergência Cultural prevê a destinação de R$ 3,6 bilhões na aplicação dessas ações. O projeto é de autoria da deputada Benedita da Silva (PT-RJ) e foi relatado por Jandira Feghali (PCdoB).

O projeto garante a renda emergencial de R$ 600, retroativa a 1º de maio, para artistas, produtores, técnicos, curadores e professores de escolas de arte com rendimentos médios comprovados de até três salários mínimos.

O governo orientou voto “sim”.

Com informações da Central de Notícias

Comentários