Fernanda Abreu lança clipe com participação de Afrika Bambaataa

Afrika Bambaaataa e Fernanda Abreu, no clipe de "Tambor". Foto: Tuto Ferraz

Por Bebel Prates
prabebel@gmail.com

Desde o inicio da carreira solo, em 1990, Fernanda Abreu tem como referência e inspiração o suingue, a batida e groove da musica música negra.

Em 1989, quando foi levada ao seu primeiro Baile Funk pelo antropólogo Hermano Vianna (irmão de seu amigo Herbert Vianna) e onde, naquele mesmo ano, fez sua primeira parceria com DJ Marlboro, se apaixonou pelos graves e pelo movimento autêntico, potente e vigoroso que rolava nos clubes de periferia e nas favelas cariocas.

Adorava a música “Planet Rock” do Afrika Bambaataa lançada, em 1982, nos EUA e que ainda rolava nos bailes nos fins dos 80. Essa música foi a pedra fundamental do Funk Carioca e até hoje está presente no seu DNA.

Mais: Hip Hop: origens no Brasil e em PE. Com Mike MC, KBS Marques, Lady Laay, Tiger e Arrete

Por uma feliz obra do acaso, em 2014, Bambaataa apareceu no seu estúdio no Rio de Janeiro levado por alguns rappers de São Paulo e dali surgiu a parceria na faixa “Tambor” no CD Amor Geral, lançado em 2016.

No final de 2017, Bambaataa desembarcou no Rio para uma única apresentação no espaço Hub RJ onde Fernanda conheceu Beni, o talentoso diretor do clipe. Bambaataa ficaria apenas 24 horas na cidade então, naquela mesma tarde, subiram a favela Tavares Bastos e gravaram as cenas de parte do clipe com a presença dos b-boys, parte essencial da cultura Hip Hop.

Desde o início Fernanda queria fazer um vídeoclipe em homenagem ao tambor, esse instrumento presente desde as mais remotas eras da humanidade, utilizado em rituais e festas e símbolo da música e da cultura negra no Brasil.

Partiram pra o segundo dia de filmagem num campo de futebol de terra, na estrada  Mundo Novo, em Laranjeiras/RJ. Fernanda convidou o mestre de bateria da Portela Nilo Sergio que levou os batuqueiros, dois jovens dançarinos do Passinho, três capoeiristas que ela encontrou nas ruas do Leblon e o percussionista Jovi Joviniano, um dos parceiros em “Tambor” junto com Fernanda, Gabriel Moura e Bambaataa.

Guto Goffi, baterista também apaixonado por batuques e amigo de Fernanda desde os anos 80, é fundador da escola e loja Maracatu Brasil, que cedeu os lindos tambores rústicos para a filmagem do clipe.

O terceiro e último dia de filmagem foi para a captação das imagens de um atabaque sendo construído especialmente para o clipe pelo luthier Rodrigo Fontenele. Essas imagens costuram o roteiro dessa homenagem à estrela do clipe: o Tambor.

Comentários