Rio Doce, em Olinda, recebe quarta edição do Festcrua - Festival de Cultura de Rua

O grupo Sinta a Liga, da Paraíba, é uma das atrações. Foto: Site reprodução

Vila Olímpica abrigará apresentações de brega, rap, pop, feira de economia solidária, oficinas, atividades esportivas e recreativas, além de campeonato de breaking

Por AD Luna - ad.luna@gmail.com

Dança, esporte, ritmo, poesia e conscientização social vão marcar o Festcrua - Festival de Cultura de Rua. Esta será a primeira vez que Olinda receberá o evento, que ocorre neste domingo (19) na Vila Olímpica, em Rio Doce, das 10h às 19h. A programação terá atrações culturais e esportivas, e é composta por feira de economia solidária, oficinas (grafite, basquete de rua, origami, breaking), apresentações de dança (swingueira, dancehall, popping) e atividades de skate, bike, natação e slackline, além de pocket shows de rap, pop e brega. Tudo é gratuito.

Leia também: Hip Hop - nascimento e desenvolvimento

O festival busca estimular práticas coletivas por meio das artes e esportes, despertar novos desejos e ações construtivas, fortalecer a unidade das comunidades e identificar novas tendências nos locais onde ele é realizado. Nas suas caminhadas por favelas, vilas e periferias, o criador e realizador do Festcrua, Cesar Andres Cronenbold, percebeu que a cultura de rua fervilhava em cada esquina por onde passava. “Isso me despertou a vontade de unir, celebrar tudo num só lugar, despertando e fortalecendo laços de fraternidade e cidadania nas pessoas que se sentem representadas nesses segmentos socioculturais e esportivos”, expõe.


Integrado à programação do Festcrua, acontece o Bradan - Brasil Break Dance Pernambuco. A competição de breaking foi criada em 2009, pela CUFA (Central Única das Favelas), e busca incentivar e dar visibilidade a rapazes e moças, entre 16 e 26 anos, praticantes dessa dança urbana - que é um dos pilares do movimento Hip Hop. Os jurados Bboy Banks, da cidade de São Paulo, Leony, de Belém (PA) e a bgirl Nathana Vieira, de Uberlândia (MG), vão julgar as duplas escolhidas numa seleção prévia, feita a partir de vídeos publicados no YouTube e pelo site www.dancasurbanas.com.br .

ATRAÇÕES MUSICAIS
Variados estilos e ritmos marcam a programação musical do Festcrua. As atrações vão do brega romântico da cantora Palas Pinho e banda Ovelha Negra, passando pela pop eletrônico da banda Triinca, pelo samba tradicional de Zema, até o rap de Lady Laay, Projeto Arrete, KBS Marques, Órbita Mental, Rimocrata, Schnneider, Sinta a Liga Crew (da Paraíba) e Cabramanos com participação de Tiger. Por falar no ex-integrante do Faces do Subúrbio, Tiger anima a festa a partir das 14h com a participação de DJ Dagga; no Campeonato de Breaking, o DJ Stanley dá o ritmo.


A Alexandre Spain Produções leva ao público apresentações de dança ligadas à cultura popular tradicional e a manifestações mais recentes como a swingueira. MCs do Alto José Bonifácio e Olinda vão se enfrentar em duelos de rimas. A dupla cômica Brown e Taw vão mostrar performance que mistura dança, rap e humor com mensagens de reflexão e crítica a respeito da violência, racismo, machismo e homofobia.


OS JURADOS DO BRADAN



Bboy Banks é o que podemos chamar de um cara multimídia. Integrante da Back Spin Crew, equipe paulista de danças urbanas com mais de 30 anos de serviços prestados ao hip hop nacional, Banks é sempre convidado para participar dos mais importantes eventos ligados a essa cultura. Nesses encontros, ele costuma fazer palestras, oficinas, recitação de poesias e vivências.

Nascido em Belém (PA), o bboy Leony começou sua trajetória na dança em 2008. Desde 2011, integra a crew Amazon Bboy. Em julho deste ano ele ganhou o título da Red Bull BC One Brazil Cypher, realizada em Fortaleza de São José de Macapá, no Amapá. Leony já havia sido vencedor do mesmo campeonato em 2013 e 2016. O paraense costuma incorporar elementos do carimbó em seu estilo.

A bgirl Nathana Venancio estudou dança na UFU - Universidade Federal de Uberlândia, cidade mineira onde nasceu. Ela é dançarina desde 2007, realiza oficinas, palestras, atuou como jurada e competidora em inúmeros eventos importantes do país e do exterior. A exemplo do Battle Break Bolivia, Baambata Hip Hop, Eurobattle Portugal, Eurobattle Brasil, Lets Battle Portugal, Conexão Hip Hop Manaus e Consciência Hip Hop Cuiabá.


OFICINAS E ATIVIDADES ESPORTIVAS
O interior da quadra e a área da Vila Olímpica serão tomadas por oficinas de grafite, origami e basquete de rua, a qual será ministrada por Jacó Rei da Rua, cearense que atua em competições nacionais e internacionais, eventos esportivos e culturais. Também vai acontecer atividades coletivas de grafitagem skate, bike, natação e slackline.

SERVIÇOS DE CIDADANIA
A Defensoria Pública de Pernambuco estará no local, durante todo o dia para receber, esclarecer e resolver problemas da população a exemplo de processos de divórcio, registros de nascimento e casamento, entre outros serviços.


FESTCRUA ORIGENS
A primeira edição do Festcrua foi realizada na cidade de Ipojuca, em 2011. Dois anos depois, em Porto de Galinhas. A terceira ocorreu no Recife, em 2015, e reuniu um grande público no Parque Santana, bairro de Casa Forte. Segundo Cesar Cronenbold, a escolha de Olinda se deu por conta da sua multiplicidade de manifestações culturais, muitas das quais concentradas em dois polos do município: a Cidade Alta e a praia. “Com a escolha de Rio Doce, acrescentamos mais uma boa alternativa de diversão e integração para os moradores do entorno”, enfatiza.

De acordo com ele, a intenção é fazer com que a periferia receba atrações e/ou atividades com mais frequência e, principalmente, com os usos e costumes dessas regiões. O Festcrua foi criado para acontecer sempre em lugares de concentração popular, com espaços destinados à prática que tenham o espaço para a prática de varias atividades culturais e esportivas.


O Festcrua é realizado sempre aos domingos e em novembro, mês que marca o Dia da Favela (4) e o Dia da Consciência Negra (20). Pessoas de todas as idades podem se engajar em qualquer uma das atividades oferecidas durante as dez horas do evento. Atividades paralelas que estimulem a cultura e o esporte de rua, produzidas por organizações e coletivos, são incentivadas e bem-vindas

O Festcrua é uma realização da empresa Os Três, CUFA Pernambuco, com o incentivo do Governo de Pernambuco, via Funcultura, além de apoio da Prefeitura de Olinda. 

Também apoiam o festival a Estiga Comunicação, Printô Informática, Associação Metropolitana de Hip Hop, Sol Pulquério Fotografia, sites Interdependente, Danças Urbanas e a Recife Sites.


SERVIÇO
IV Festcrua - Festival de Cultura de Rua 
Domingo, 19 de novembro, das 10h às 20h
Vila Olímpica - Avenida Brasil, 2018, Rio Doce, Olinda
ENTRADA GRATUITA

Atrações:
Bradan - Brasil Break Dance Pernambuco - Campeonato Estadual de Breaking
Apresentações de brega, rap, batalhas de MCs, cultura popular, swingueira

Informações: