Festcrua: Brega, samba, rap, cultura popular e cidadania no Alto da Conquista, Olinda

A cantora Palas Pinho, da banda Ovelha Negra. Foto: Divulgação


Bairro de Olinda recebe a segunda prévia do Festcrua - Festival de Cultura de Rua

Depois do Alto José Bonifácio, Zona Norte do Recife, agora chegou a vez de Olinda receber evento ligado ao Festival de Cultura de Rua. A segunda prévia do Festcrua ocorre neste domingo (5), no Alto da Conquista, em Olinda. As atividades, apresentações musicais e cênicas começam às 14h e vão até as 17h30, na praça conhecida como Academia da Saúde. A Feneaalto, feira de economia criativa do Alto, vai expor e colocar à venda trabalhos de diversos artesãos locais.

Na programação musical, o público vai poder o romantismo da cantora Palas Pinho e banda Ovelha Negra, o rap militante de Lady Laay e Mari Periférica e do grupo Guerrilha Zona Norte e o samba tradicional de Zema, cantor carioca radicado no Recife. O projeto Capura Vida vai representar a capoeira. Também haverá apresentações circenses (pernas de pau) cultura popular e swingueira, organizados pela Alexandre Spain Produções. O cantor e compositor Tiger (ex-Faces do Subúrbio) é o DJ do evento.

A Defensoria Pública do Estado estará oferecendo serviços de cidadania, que incluem desde prestação jurídica até exames médicos, à exemplo da mamografia. Os velhos e bons tempos das brincadeiras de rua serão revividos pelo Campeonato de Futebol de Barrinha.

Sobre algumas das atrações

Palas Pinho e Ovelha Negra 

Paixão, encontros e desencontros amorosos. Liderada pela cantora Palas Pinho, a Ovelha Negra conquistou o coração de pernambucanos e brasileiros com músicas como "Amor de rapariga", "Tem regra não" e "Maldito beijo". Palas e a banda darão sua contribuição à segunda prévia Festcrua, neste domingo (5), no Alto da Conquista, em Olinda.


Guerrilha Zona Norte

É um coletivo de Hip Hop militante, criado em 2015, por raiz RDF do grupo Revolução da Favela, criado na cidade de Paulista, Região Metropolitana do Recife. O Guerrilha Zona Norte reúne vários artistas que trabalham com o intuito de combater o racismo e o genocídio da juventude negra das periferias.  https://www.facebook.com/guerrilhazonanorte


Lady Laay

Pernambucana, 24 anos. Nascida e criada na periferia da região metropolitana do Recife. Cantora e compositora do gênero rap, sua principal característica é o tom politizado, com músicas que abordam problemáticas sociais e tabus, como o machismo, racismo e a desigualdade social. Lady Laay participou, recentemente, do Festival No Ar Coquetel Molotov.


Zema

Cantor que trocou o Rio de Janeiro pelo Recife. Começou a cantar com 8 anos de idade quando sua familia se reunia aos finais de semana para tocar sambas, seresta chorinho e samba canção, estilos que influenciaram seu gosto e estilo musical.


O Festcrua - Festival de Cultura de Rua é uma realização da Os Três e CUFA PE (Central Única das Favelas - Pernambuco), com incentivo da Secretaria de Cultura do Estado de Pernambuco, por meio do Funcultura. Apoio da Uber, Prefeitura de Olinda, Defensoria Pública do Estado de Pernambuco e Printô.

Serviço:

Segunda Prévia do Festcrua - Festival de Cultura de Rua
Domingo, 5 de novembro, das 14 às 17h30
Local: Praça Academia da Saúde
Acesso gratuito
Site: http://www.dancasurbanas.com.br/ 

Cronograma de Atividades e Ações da Prévia do Festcrua – Alto da Conquista.

14h - Abertura Palco (Apresentação da Previa e Parceiros) + DJ (Tiger ex-faces do subúrbio)

14h30 - Inicio de Atividades Culturais e Esportivas (Campeonato de Barrinha, Graffiti, Feira de Economia Criativa FENEALTO e Serviços de Cidadania com a Defensoria Pública do Estado).

14h30 - Apresentação Balé de Cultura Popular (Alexandre Spain Produções)

15h - Apresentação de Capoeira (Abadá)

15h20 - Apresentação Pernas de Pau (Circo)

15h30 - RAP (Guerrilha Zona Norte)

15h45 – Aulão de Zumba

15h55 - Swingueira (Alexandre Spain Produções)

16h15 – Rap Feminino (Lady Laay e Mari Periférica)

16h30 - Samba (Zema e Banda - Rio de Janeiro)

16h50 - Brega (Palas e Banda Ovelha Negra)

17h30 - Palavras das Lideranças da FENEAALTO, entrega de Premiação e Encerramento.