sexta-feira, março 03, 2017

Paulo André e as interconexões do metal com o manguebeat no programa PEsado

O cantor Chico Science e o produtor Paulo André. Foto: Acervo Paulo André
As interconexões do metal com o manguebeat nortearam a conversa dos apresentadores Wilfred Gadêlha e AD Luna com Paulo André, idealizador e produtor do Festival Abril Pro Rock. Entre várias coisas interessantes da edição #73 do programa PEsado - Lapada para todos os gostos, que foi ao ar no dia 18 de fevereiro, ele fala sobre as intenções de Chico Science em desenvolver projeto musical com Max Cavalera.

"O Chico gostava de rock pesado. Quando morreu, um dos meus discos que estavam com ele era o do White Zombie", revela. "Ele pirava muito no White Zombie, porque tinha groove", complementa. O produtor relembra o dia em que Science entrou numa roda de pogo em show da banda punk Inocentes Oficial, em São Paulo.




Paulo André também relata como a Revista Trip se tornou o primeiro veículo de imprensa a subir o Alto José do Pinho, na Zona Norte do Recife, para entrevistar a banda Devotos; e do porquê de não ter convidado o trio punk hardcore em questão e o Câmbio Negro HC para a primeira edição do Abril pro Rock, ocorrida em 1993.

Sobre o PEsado

Um espaço onde a música pesada não tenha amarras, em que possa circular sem preconceitos e barreiras. Esta é a proposta básica do PEsado - Lapada para todos os gostos, que estreou sábado 4 de julho de 2015, na Universitária FM. Apresentado pelos jornalistas e músicos Wilfred Gadêlha e AD Luna, o programa alia informação em forma de conteúdo jornalístico e musical. A ideia central é estimular a discussão, o debate e a reflexão de forma que o conhecimento seja difundido para um público mais amplo e ir além do senso comum. A captação e edição do PEsado é realizada por Gustavo Augusto.

Ouça o programa na íntegra