[Serviço] Projeto cultural pernambucano Som na Rural chega a São Paulo



Por Texto Sênior Assessoria

O projeto cultural pernambucano Som na Rural, promovido por Roger de Renor, ganha as ruas de São Paulo entre os dias 7 e 21 de junho, com shows no Capão Redondo, Largo do Paissandu, Praça da República, Minhocão e Diadema. Com a finalidade de valorizar o espaço público, as apresentações são gratuitas e realizadas na rua, usando como palco e cenário uma Rural Willys 1969, do produtor Niltinho Pereira, um dos idealizadores do projeto, patrocinado pelo Fundo Pernambucano de Incentivo à Cultura (Funcultura PE). 

Entre os artistas que se apresentarão na Rural estarão Karina Bhur, Grupo Bongar, Trummer SSA, Zé Brown, entre outros. O Som na Rural já passou por Brasília no final de abril. “A gente sente que o Som na Rural não é uma coisa que a gente inventou, nem que acontece só em Pernambuco. É um movimento que está acontecendo em todo lugar do mundo, como uma resposta da população à falta de democratização da comunicação, falta de uma cidade mais humana, com acesso à arte em lugares públicos”, explica Roger, imortalizado por Chico Science na música “Macô”. 

“Em todo lugar, as pessoas estão indo para as ruas. Sair de Recife para ir a São Paulo é um movimento de querer encontrar esses parceiros. Em São Paulo, tem um movimento importante no Buraco da Minhoca, tem Kombis que levam pela cidade bandas de jazz e heavy metal.”


O Som na Rural nasceu há seis anos, em formato de programa de televisão, exibidos na TV Brasil. Foi a partir de 2013 que o projetou se tornou independente, reunindo centenas de pessoas pelas praças do Recife, provocando uma reflexão sobre as intervenções urbanísticas por parte do poder público. Uma de suas iniciativas foi realizar shows em apoio ao Movimento Ocupe Estelita, que luta pela preservação do Cais José Estelita, uma área histórica de 101 mil metros quadrados ameaçada de ser destruída para dar lugar a torres de prédios comerciais e residenciais. 

Além da participação de artistas como a Karina Bhur, Otto e Lirinha, o movimento provocou uma reflexão sobre a ocupação do espaço público tão grande que chegou até o mundo da moda, inspirando a coleção 2015 “Cidade Sonâmbula”, do estilista Ronaldo Fraga. “O Som na Rural e todos esses movimentos não são só festa, mas um movimento político”, resume Roger.


Karina Bhur Trio - A artista apresenta o show em formato trio. Além de cantar, volta a tocar percussão. Com Guizado nas bases e trompete e André Lima no teclado, o show tem músicas autorais do trabalho atual, também da época da Comadre Fulozinha e algumas inéditas, como “Conta Gotas” e “Pic Nic”, feitas em parceria com Guizado. Karina Buhr lançou dois discos autorais com seu trabalho solo, “Eu Menti pra Você” (2010) e “Longe de Onde” (2011). Em 2010, foi eleita artista do ano, pela Associação Paulista dos Críticos de Arte (APCA), entre os Top 10 disco e música, da revista Rolling Stone e tocou na Womex, em Copenhague.

Grupo Bongar - O Bongar é composto por seis jovens que reúnem em si os festejos tradicionais do terreiro Xambá, local sagrado do culto aos orixás e eguns, no Portão do Gelo, em Olinda. Os integrantes do Bongar, todos parentes e familiares, transformaram do brinquedo de seus ancestrais em um novo caminho para o reconhecimento das raízes negras e indígenas do povo de terreiro. Com forte representatividade, o Grupo Bongar leva mundo afora a cultura do coco da Jurema, com uma batida única de seu terreiro, identificada pelo rufar da alfaia de tronco de macaibeira, e ritmos do candomblé. Palavras-chave do trabalho do Bongar são arte, espiritualidade e ritmo forte.

Trummer SSA - A visão afiada de Eduardo Galeano, uruguaio que dissecou a condição histórica e econômica latino-americana em mais de 40 livros, inspira poesia, rifes e batidas no novo projeto musical de Fabio Trummer, o Trummer Super Sub América (SSA). Navegando em distorções pelas veias abertas desse continente inusitado, o SSA surpreende com uma musicalidade autoral e inovadora.  Fabio Trummer é líder, compositor, vocalista e guitarrista da Eddie, banda referência na música pernambucana há 25 anos. Em 2013, ele bateu à porta dos vizinhos Dieguito Reis (baterista) e Luca Bori (baixista), ambos soteropolitanos e integrantes do grupo Vivendo do Ócio, e convidou-os para uma parceria.

Zé Brown - Nascido no bairro de Casa Amarela quando este era considerado o mais populoso de Recife, Zé Brown é embolador, rapper e compositor. Hoje ele apresenta um trabalho solo que faz referência à diversas experiências que teve no decorrer da sua vida: sons, ritmos, tradições que o influenciaram, amizades que cultivou, parcerias que desenvolveu desde a década de 1990, quando começou a se apresentar como MC com a banda Faces do Subúrbio. De lá pra cá, Zé Brown ficou conhecido em todo País, participando de grandes festivais como o Recbeat, a Virada Cultural de São Paulo, o Red Bull Funk-se Tour, o Festival de Inverno de Guaranhuns, Conexão Vivo 2011/2012.

SOM NA RURAL
Data: 07/06
Local: Capão Cidadão - Campo do Pantanal
Rua Maria Gomes da Silva S/N - Jardim Valquíria
Horário: 14h às 20h
Convidados:
Zé Brown
Bongar Grupo
Gaspar Záfrica
MC Sombra
Nicolas MC
DJ Meio Kilo
Duke R.

Data: 10/06
Local: Praça Lauro Michels S/N  Centro -  Diadema – SP
Horário: 12h às 16h
Convidados:
Matéria Rima
Nicolas Mc
Zé Brown
Flávio Martinez
Live Paint Graffiti com Jamil – Daniel Damatta – Eric Reis 
E mais: Apresentação de Dança dos alunos do Programa Cidade na Escola

Data: 13/06
Horário: 16h às 22h
Local: Largo do Paissandú
Convidados:
Karina Bhur
Dj Roger de Renor e Convidados


Data: 14/06
Hora: 16h às 22h
Local: Praça de República
Convidados:
Fábio Trummer com projeto Trummer SSA
Dj Roger de Renor e Convidados

Data: 21/06
Hora: 15h
Sarau do Binho em parceria com Espaço CITA e apoio Proac Saraus
Virada Cultural do Campo Limpo
Local: Praça João Tadeu Priolli

Data: 21/06
Roger de Renor e Convidados
Local: Minhocão, São Paulo