Lombre-se e reflita sobre a Existência com o apoio da Estação Espacial Internacional

Imagem: reprodução YouTube

"Somos uma maneira do Cosmos conhecer a si mesmo." -  Carl Sagan


No dia 15 de abril, foi publicado no canal do YouTube ReelNASA sensacional vídeo que mostra parte da equipe da Estação Espacial Internacional (EEI) ou, em inglês,  International Space Station (ISS), trabalhando do lado de fora desse notável empreendimento científico. As imagens foram captadas por uma câmera GoPro, carregada pelo astronauta norte-americano Terry Virtus, que estava acompanhado pelo compatriota Barry “Butch” Wilmore. O "passeio" dos dois aconteceu em 25 de fevereiro.

Aproveitando tal feito, gostaríamos de fazer um convite a todas(os) para vivenciar uma "viagem sem drogas" (bem, se quiser usar alguma aí é por sua conta) por lugares onde pouca gente esteve. E isso inclui tanto o espaço sideral quanto aquele mega universo instalado em nossas mentes por não sei quem ou o quê.

É provável que sua experiência, proposta aqui por nós, se torne mais marcante caso você tenha assistido ao clássico 2001: Uma odisséia no espaço (1968), dirigido por Stanley Kubrick e escrito em parceria com escritor Arthur C. Clarke - autor do livro de mesmo nome. 

Imagem: reprodução YouTube
VAMOS LÁ!

Separe o vídeo da Nasa e corte o áudio. Depois escolha algumas das incríveis composições que fazem parte da trilha de 2001, para tocar enquanto você assiste às imagens produzidas por Terry Virtus. As mais indicadas para a experiência são as do compositor húngaro György Ligeti. Tendo em vista o clima denso, misterioso e enigmático, Atmosphères, Réquiem e Lux aeterna, podem te levar a outras dimensões!






Escolhida a música, leia e reflita um pouco (por hora, só um pouco mesmo), sobre essas frases proferidas pelo famoso astrofísico e apresentador Carl Sagan.

Assustador
"O que é mais assustador? A ideia de extraterrestres em mundos estranhos, ou a idéia de que, em todo este imenso universo, nós estamos sozinhos?"

Vastidão do tempo
"Diante da vastidão do tempo e da imensidão do universo, é um imenso prazer para mim dividir um planeta e uma época com você".

Medida
"O universo não foi feito à medida do ser humano, mas tampouco lhe é adverso: é-lhe indiferente".

Caminho
"Estamos irrevogavelmente em um caminho que nos levará às estrelas. A não ser que, por uma monstruosa capitulação ao egoísmo e à estupidez, acabemos nos destruindo".

Conhecer
"Nós somos uma maneira do Cosmos conhecer a si mesmo".

Pronto? Agora apague as luzes ao redor e concentre-se na viagem, sem interferências externas. Mantenha o foco e voe em direção ao espaço infinito e para dentro de si mesmo!